LIDERE COM MEL E NÃO COM VINAGRE por Larissa Silvério


Você é daqueles “chefes” que acredita que para liderar é importante afirmar sua autoridade, chamando atenção da sua equipe a todo tempo, ressaltando tudo o que eles precisam melhorar a cada instante ou aproveita sua posição como líder para desenvolver pessoas, extrair e mostrar a cada uma delas o que tem de melhor, aprendendo também com seus liderados experiências ou habilidades que você talvez não tenha?

É muito comum, principalmente em momentos de crise, que os “chefes” aumentem as cobranças, reforçando as falhas e os erros dos seus subordinados. Quando, na verdade, o que a equipe precisa é de atitude afirmativa!

Como líder, é fundamental conseguir enxergar e ressaltar as fortalezas de cada um de sua equipe, utilizando as melhores habilidades de cada um a favor do avanço. Comemorar pequenas vitórias, elogiar atitudes proativas e engajar o time em um objetivo comum.

Como “chefe”, a tendência é aumentar as críticas negativas, colocando vinagre na autoestima dos seus funcionários, baixando a energia do ambiente de trabalho e afastando ou segregando a equipe de você e uns dos outros.

Cabe ao líder assumir a árdua tarefa de manter o ânimo mesmo nos momentos mais difíceis, colocando mel nas situações e inspirando confiança e segurança nos seus liderados.

A figura do “chefe” tende a incorporar uma falsa autoridade sobre seus subordinados, através da comunicação de uma única via em que o chefe manda e desmanda tal qual ele entende ser o mais correto, sem dar atenção a sugestões e preocupações trazidas por seus funcionários. O “chefe” coloca no mais alto pedestal sua posição hierárquica, sua vasta experiência e profunda sabedoria, invocando uma prepotência tamanha que subjuga seus subordinados a meros peões que precisam seguir à risca, com admiração e sem questionamento suas valiosas orientações.

O líder reconhece suas próprias fragilidades e busca em seu time quem possa preencher de forma efetiva essas lacunas, trazendo maior eficiência e efetividade nas execuções. O líder ouve, reflete e discute novas ideias e opiniões com o time que gerencia, deixando claro que todos são influenciadores e personagens fundamentais de cada uma das conquistas que o time alcançar.

O “chefe”, onipotente, não se coloca no mesmo degrau que seus subordinados, cria uma distância necessária na relação com seus funcionários, de forma a reafirmar sua interina relevância para o time.

O líder cria relações de profunda confiança com cada um de sua equipe, adquirindo respeito e admiração a cada momento em que se coloca no mesmo grau de importância que seus orientados.

O “chefe” guarda seus conhecimentos para si mesmo, de forma a garantir que nenhum de seus funcionários possam em algum momento usurpar ou ameaçar a sua posição.

O líder compartilha suas vivências, ensina e educa. Soma conhecimento ao conhecimento dos seus liderados, para eles possam evoluir indefinidamente.

O “chefe” aponta culpados para as derrotas.
O líder encontra soluções para os problemas encontrados.

E você, como você age nos grupos em que faz parte? Não apenas no trabalho, mas na sua família e nos seus círculos de amizade também.
Tem mais atitudes de “chefe”, azedando, desmotivando e diminuindo as pessoas ao seu redor? Ou tem mais atitudes de líder, adoçando, revigorando e puxando para cima todos aqueles que decidiram te acompanhar?



Siga-nos

DeROSE Method Alphaville
Desenvolva o foco e a clareza mental, aumente sua vitalidade e gerencie seu nível de stress.

Instagram



Sobre

O DeROSE Method é uma proposta de reeducação comportamental, que desenvolve a alta performance e melhora a qualidade de vida.

Nosso método desenvolve sua habilidade de silenciar a sua mente, e melhorar a clareza mental. Por outro lado, aumentará sua vitalidade e nível de energia, desenvolvendo um corpo saudável que contribuirá para uma mente também saudável.